Você está aqui: Página Inicial > Sobre > Laboratório de Linguagens Sonoras e Música Eletroacústica – LiSonME

Laboratório de Linguagens Sonoras e Música Eletroacústica – LiSonME/UNESPAR

O Laboratório de Linguagens Sonoras e Música Eletroacústica – LiSon-ME/UNESPAR, que atua na investigação científica, na difusão do conhecimento tecnológico e na produção artística respaldadas nos campos da Acústica Musical, da Sonologia e da Música Eletroacústica, foi fundado no ano de 2012 pelo Prof. Alvaro Borges, com a colaboração do Prof. Geraldo Henrique Torres Lima – oportunizado pelo projeto de pesquisa básica contemplado pelo amparo e o provimento de seus recursos iniciais advindos da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAADCT/PR) – e consolidou sua infraestrutura aplicada ao desenvolvimento acadêmico no âmbito da Pesquisa, do Ensino em nível de pós-graduação e da Extensão/Cultura completando 10 anos de atividade em 2022.

Fig. 01 – Instalações do LiSon-ME (locado no Estúdio de Música da FAP) de 2012 a 2021

O LiSon-ME/UNESPAR detém um lastro institucional significativo de produção e de atividade, podendo ser destacadas de “A” à “Z” as seguintes:

a) Criação do Curso de Especialização – PGLS-ME (Lato Sensu) ofertado gratuitamente, com turmas bienais que atendem estudantes graduados oriundos de diversos estados brasileiros, congregando um corpo docente de excelência de professores vinculados à diversas IES brasileiras e atuantes em pesquisas no campo alvo do Curso;

b) Composição do rol de infraestrutura do Programa de Pós-Graduação em Música da UNESPAR – PPGMus (Stricto Sensu), com dissertações e pesquisas concluídas, ou em andamento, e atendimento às disciplinas no âmbito da música contemporânea, das abordagens criativas e/ou da tecnologia aplicada à música;

c) Criação do Programa Música Contemporânea – PMC-EX, programa extensionista do Campus de Curitiba 2 da UNESPAR iniciado em 2012 que se desdobra na iniciativa atual do Projeto Redes Sonoras – PRS-ME, o qual envolve diversos laboratórios e estúdios de pesquisa em Música Eletroacústica de diversas IES brasileiras e estrangeiras;

d) Criação do Musical Immersive Sound Theater (M.I.S.T.), o primeiro teatro sonoro eletroacústico do Estado do Paraná (sistema sonora 3D de 22.2 canais);

e) Consolidação da pesquisa acadêmica e artística em Música Eletroacústica na UNESPAR, com a congregação de diversos pesquisadores colaboradores, docentes, palestrantes e concertistas de diversas IES brasileiras e estrangeiras.

f) Composição do rol de laboratórios vinculados ao Grupo de Pesquisa CNPq Núcleo de Arte e Tecnologia (NAT-FAP);

g) Promoção de publicações e organização de importantes periódicos qualificados, nacionais e internacionais na sua área do conhecimento;

h) Orientação de projetos de pesquisa (TCCs e dissertações);

i) Orientação de projetos de bolsistas PIBEX (Extensão/Cultura);

j) Participação do processo de internacionalização da UNESPAR por meio do ERI em propostas de cooperação internacional (Birmingham City University - UK);

k) Participação em eventos acadêmicos-científicos no Brasil e no exterior;

l) Egressos residentes atuantes no cenário mundial das linguagens sonoras e da Música Eletroacústica (UNESP, UNICAMP, McGill University - CA);

m) Cerca de 30 (trinta) obras eletroacústicas compostas por estudantes, colaboradores e residentes (de 2012 a 2022) e 11 obras em processo de composição (2021-2023);

n) Realização do “Ciclo de Palestras e Concertos: ...desde a Música Eletroacústica”, sendo, inicialmente, uma série de 10 (dez) concertos didáticos com palestras e masterclasses realizados por compositores/pesquisadores brasileiros e estrangeiros;

o) Organização e cooperação nos eventos bienais do Núcleo de Arte e Tecnologia – NAT-FAP (Conexão) com a promoção do acesso à sociedade aos resultados dos processos acadêmicos do Grupo de Pesquisa NAT-FAP;

p) Cooperação e apoio na realização de eventos em instituições externas à UNESPAR, sendo congressos, simpósios, mostras, conferências e/ou apresentações artísticas;

q) Ocupação dos espaços públicos da cidade de Curitiba para oferta de acesso aos resultados da produção artística-acadêmica à sociedade em geral;

r) Realização de recitais-conferências de caráter didático para público externo à Universidade no Paraná, em outros estados (São Paulo e Minas Gerais);

s) Desenvolvimento de softwares e aplicativos para suporte/criação musical;

t) Field-tester colaborador da Symbolic Sound Corp. (desenvolvedores do KYMA System (Illinois – USA);

u) Contribuição para a inclusão curricular da extensão em nível de pós-graduação na UNESPAR;

v) Contribuição com os preceitos do PDI da UNESPAR para a consolidação da Universidade enquanto instituição pública que oferece estrutura de cobertura em todos os níveis de formação da graduação à pós-graduação (lato sensu e stricto sensu);

w) Realização de documentação e memória do processo de consolidação do Laboratório de Linguagens Sonoras e Música Eletroacústica na UNESPAR;

x) Divulgação e difusão da produção do Laboratório e seus correlatos nas mídias eletrônicas;

y) Implantação do Projeto Rede-Sonora - PRS-ME (em fase inicial) com a congregação de centros de pesquisa em Linguagens Sonoras e Música eletroacústica pela cooperação interinstitucional de suas atividades;

z) Outras;


Os três eixos temáticos atualmente vinculados às atividades do LiSon-ME/UNESPAR são:

1 – Apoio e suporte ao desenvolvimento de pesquisas acadêmicas vinculadas à Pós-Graduação.

Com a implementação do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Música Eletroacústica – PGLS-ME/UNESPAR, no ano de 2014, e do Programa de Pós-Graduação em Música da UNESPAR – PPGMus/UNESPAR, no ano de 2019, o LiSon-ME passou a integrar o rol de infraestrutura material e intelectual destes programas no âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão, oportunizando a continuidade acadêmica para estudantes já graduados.

Este eixo é balizado por três segmentos de principal de relevância:

a) Primeiramente, o suporte técnico-científico para pesquisas que envolvem a criação musical por meio de aparatos tecnológicos na concepção/criação (Laboratório de Composição Eletroacústica) e na difusão/performance (Teatro Sonoro – M.I.S.T.);

b) Como segundo segmento, a congregação de atividades de ensino no nível da pós-graduação, assegurado pelas disciplinas específicas da PGLS-ME e do PPGMus, com a realização de estudos reflexivos acerca das linguagens sonoras e da natureza do gênero eletroacústico.

c) O terceiro segmento está no complemento estrutural para a viabilidade da prática e da reflexão interdisciplinar no campo da Arte e Tecnologia em desdobramentos do Grupo de Pesquisa CNPq Núcleo de Arte e Tecnologia da FAP – Nat-FAP;

2 – Projeto contínuo de pesquisa docente do coordenador e equipe de pesquisadores.

‹‹Espacialidade Sonora: abordagens composicionais da música eletroacústica›› (Pesquisa básica com fomento da FAADCT/PR)

Trata-se de pesquisa individual do Prof. Dr. Alvaro Borges (integrante e líder do Grupo de Pesquisa CNPq Núcleo de Arte e Tecnologia, conjuntamente com o Prof. Dr. Luiz Antonio Zahdi Salgado), que aborda a ‹‹Espacialidade Sonora na Música Eletroacústica››, uma questão de relevância ao campo da música atual e suas possibilidades aplicadas à tecnologia musical. Tal abordagem, alçada por compositores desde a renascença, foi retomado pela música eletroacústica após o advento da estereofonia (1954) e efetivamente nas últimas sete décadas em que compositores e músicos tem explorado o elemento da espacialidade como recurso compositivo na construção do discurso musical. Alguns aspectos como mobilidade, localidade, profundidade, dentre outros, ornam-se parâmetros composicionais que constituem um espaço sonoro ampliado, os quais foram demonstrados pelo repertório eletroacústico e são explorados em pesquisas no campo da música contemporânea. Em suma, a pesquisa propõe, a partir da análise das várias ideias esboçadas por diversos compositores e teóricos musicais, traçar estudos reflexivos e práticos sobre as estratégias aplicadas à estruturação do discurso composicional eletroacústico.

Um dos desdobramentos desta pesquisa é o Musical Immersive Sound Theater – M.I.S.T. (Teatro Sonoro), que consolidou suas atividades a partir do primeiro semestre de 2014 com diversos concertos e performances imersivas em música eletroacústica que vão desde a difusão estereofônica à projeções em Sistema 3D de até 22.2 canais.

3 - Programa Música Contemporânea (Extensão e Cultura)

Criado em 2012, apoiado pela Divisão de Extensão e Cultura do Campus Curitiba II da UNESPAR, com foco no desenvolvimento da produção artístico-acadêmica e voltado à comunidade em geral, o Programa Música Contemporânea (PMC-EX) propõe a propagação ampla de estudos reflexivos e práticos das linguagens sonoras e das tecnologias musicais aplicados à criação e à difusão musical contemporânea. Como proposta, o PMC-EX apresentou-se como um complemento estrutural das atividades do LiSon-ME para viabilidade da prática e da reflexão interdisciplinar no campo da Música Contemporânea, Experimental e Eletroacústica com acesso ofertado à toda sociedade.

Fig. 02 – Nova instalação específica do LiSon-ME (Laboratório de Música Eletroacústica – Bloco I – Sede Cabral) - julho de 2022

Como desdobramento do Programa Música Contemporânea está em fase de implantação o Projeto Rede-Sonora (PRS-ME), uma ação de cooperação interinstitucional dos laboratórios/estúdios acadêmicos brasileiros e estrangeiros em prol do desenvolvimento das linguagens sonoras e da Música Eletroacústica atual.

A síntese histórica do LiSon-ME/UNESPAR pode ser observada na produção listada abaixo:


Obras/Compositores (2012-2022)

BORGES, Alvaro
Título: Bared Figures Cycle
Duração: 33’00”
Ano de Composição/Estreia: 2019-2020
Descrição: Eletroacústica Mista (eletrônica ao vivo) quadrifônica – Theremin e Eletrônica

Título: Hidden Figures Cycle
Duração: 33’00”
Ano de Composição/Estreia: 2017-2018/2018
Descrição: Eletroacústica Mista (eletrônica ao vivo) quadrifônica – Theremin e Eletrônica

Título: L’âme Rouge (Debussy in Praesentia)
Duração: 8’30” minutos
Ano de Composição/Estreia: 2016/2017
Descrição: Acusmática estereofônica

BORGES, Alvaro e COLETIVO (XII Simpósio Arte-Educação da UNICENTRO)
Título: Mar de vidro
Duração: 6’15”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica 

BOT, Ricardo Augusto
Título: Palíndromo
Duração: 5’10”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica 

CAHUE, Zé
Título: Chaomian
Duração: 4’00”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Eletrônica em tempo real 

CASTRO, Filipe Borato de
Título: Prataria
Duração: 8’59”
Ano de Composição/Estreia: 2014/2014
Descrição: Acusmática estereofônica 

CAVALLET, Luis Ermindo
Título: Paisagem Sonora de Curitiba
Duração: 5’30”
Ano de Composição/Estreia: 2019/2019
Descrição: Soundwalk 

CUNHA, Daiane Stoeberl
Título: Vida
Duração: 4’27”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica

DISCACCIATI, Leandro
Título: Symposion
Duração: 9’00”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica 

GONÇALVES, Andril Esteves
Título: Synth I.N.
Duração: 15’00”
Ano de Composição/Estreia: 2019/2019
Descrição: Performance-Instalação 

GUERRA, Anselmo
Título: UVB-76
Duração: 6’30”
Ano de Composição/Estreia: 2014/2014
Descrição: Acusmática estereofônica (Realização no LPqS/UFG e estreia M.I.S.T/LiSon-ME, 2014), difusão: Anselmo Guerra 

KLAVA, Andressa
Título: Oceanos
Duração: indeterminada
Ano de Composição/Estreia: 2020/2021
Descrição: Piano 

Título: Início e Fim
Duração: indeterminada
Ano de Composição/Estreia: 2020/2021
Descrição: Piano 

Título: Eis, que...
Duração: indeterminada
Ano de Composição/Estreia: 2020/2021
Descrição: Piano

Título: Supernova
Duração: indeterminada
Ano de Composição/Estreia: 2020/2021
Descrição: Piano

Título: Silêncio
Duração: indeterminada
Ano de Composição/Estreia: 2020/2021
Descrição: Piano 

Título: Prataria
Duração: 7’10”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica 

LEMOS, Marcelo Brum
Título: Aura
Duração: 6’00”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica

LIMA, Geraldo Henrique Torres
Título: Estudo para pandeiro
Duração: 6’00”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Eletroacústica Mista, estreada no Conexão #3, percussão: Aglaê Figeri, difusão Geraldo Henrique Torres Lima 

Título: Madeiras
Duração: 12’10”
Ano de Composição/Estreia: 2019-2020/
Descrição: Eletroacústica Mista 

LOURENÇO, Vinícius
Título: Antes / Depois
Duração: 9’30”
Ano de Composição/Estreia: 2018/2018
Descrição: Guitarra e loopstation 

MENDES, Tiago
Título: Cobra morde cauda
Duração: 5’12”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica

MILANI, Soraia
Título: Humanus
Duração: 5’30”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica 

MILLAN, Mirela & SANTOS, Rita de Cassia Domingues
Título: Fenda
Duração: 3’30”
Ano de Composição/Estreia: 2021
Descrição: Acusmática estereofônica 

SCHIMIDT, Gabrielly Nichele
Título: Dança no Manantial
Duração: 8’29”
Ano de Composição/Estreia: 2017/2017
Descrição: Acusmática estereofônica 

SOARES, Mônica
Título: In darkness bind them
Duração: 15’10”
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Eletroacústica Mista (Sons eletroacústico e Coro Misto); estreada pelo Madrigal da UFP, Regência Alvaro Nadolny, difusão Mônica Soares/Alvaro Borges 

STRAPAZZON, Nathan A. L.
Título: Escape
Duração: 5’59”
Ano de Composição/Estreia: 2014/2014
Descrição: Eletroacústica Mista 

VIEIRA, Heitor Bonifácio
Título: Entropia
Duração: 8’
Ano de Composição/Estreia: 2016/2016
Descrição: Acusmática estereofônica

ZALANDAUSKAS, Bruno
Título: Universo
Duração: 9’20”
Ano de Composição/Estreia: 2015/2015
Descrição: Acusmática estereofônica

Participações

2012
ARTECH – Faro (Portugal)
IRCAM – encontro com o pesquisador Mikhail Malt e visita ao IRCAM - Paris (França) 

Fig. 10 – Visita ao IRCAM - Paris. Geraldo Henrique, Mikhail Malt e Alvaro Borges (2012)

2013
Conexão #2 – Faculdade de Artes do Paraná - Curitiba – Paraná 

2014
XI Simpósio de Arte-Educação da UNICENTRO - Guarapuava – Paraná 

2016
XII Simpósio de Arte-Educação da UNICENTRO - Guarapuava – Paraná
Simpósio Internacional Música Nova – SiMN – Curitiba – Paraná
Conexão #3 – Portão Cultural/MuMA – Curitiba – Paraná 

2017
IV Festival de Música Contemporânea Brasileira – Campinas – São Paulo 

2018
Simpósio Internacional Música Nova – SiMN – Curitiba – Paraná
Conexão #4 – Portão Cultural/MuMA – Curitiba – Paraná
Festival Debussy 2018: La chair nue de l’émotion – Curitiba – Paraná
Mostra Multicena da UNESPAR – Curitiba – Paraná
70 anos de Música Concreta: cinema para os ouvidos – Curitiba – Paraná

Fig. 11 – Concerto da Orquestra Viaggiatori Armonici (Treviso, Itália) na Capela Santa Maria, Curitiba; participação: Alvaro Borges e Vina Lacerda (UNESPAR)

2019
Sociedade Filarmônica Lyra e Camerata Miller – São Paulo - Capital
Festival Cinemagem – Curitiba – Paraná 

2020
Festival Internacional de Cinema de Curitiba – 16º Curta 8 (trilha para Mothman) – Curitiba - Paraná 

Fig. 12 – Participação em palestra (2021) com o compositor Francis Dhomont (França/Canadá), org. João Pedro Oliveira (Portugal)

2021
ANIMUSIC – Castelo Branco-Fundão (Portugal)
Live: Sobretudo Música (Orquestra Sinfônica Municipal de Pouso Alegre, Minas Gerais)

2022
SONUSART (UFSM-LARS) – Santa Maria - Rio Grande do Sul 

Eventos

Produção/Organização:

2014
Ciclo de palestras e Concertos: ...desde a Música Eletroacústica: 

1- Musical Immersive Sound Theater – MIST: o papel do teatro sonoro, ou orquestra de alto-falantes, na composição eletroacústica.
Palestrantes: Alvaro Borges (UNESPAR-FAP) e Geraldo Henrique Torres Lima (UNESPAR-FAP)
DATA: 08/05/2014
LOCAL: Auditório Antonio Melillo
Horário: Palestra 13h30, concerto 20h

2 - Musique ConcrèteElektronische Musik: o nascimento do gênero eletroacústico.
Palestrantes: Demian Garcia (UNESPAR-FAP) e Arthur Rinaldi (Faculdade Santa Marcelina)
DATA: 05/06/2014
LOCAL: Auditório Antonio Melillo
Horário: Palestra 13h30, concerto 20h 

Fig. 03 – IRCAM - Paris: Câmara Anecóica. Geraldo Henrique e Mikhail Malt (2012)

3 - Música Acusmática: cinema para os ouvidos.
Palestrantes: José Augusto Mannis (UNICAMP) e Rodolfo Caesar (UFRJ)
DATA: 23/07/2014
LOCAL: Teatro Universitário de Curitiba (TUC)
Horário: Concerto 20h

4 - Música Eletroacústica Mista: abordagens sobre o gesto instrumental e a realização composicional em tempo diferido.
Palestrantes: Mauricio Dottori (UFPR) e João Pedro Oliveira (Universidade de Aveiro/UFMG)
DATA: 28/08/2014
LOCAL: Auditório Antonio Melillo - Solar dos Leões BRDE
Horário: Palestra 13h30, concerto 20h 

5 - Musical Immersive Sound Theater - M.I.S.T. no INTERARTE (Unespar/FAP)
DATA: 01/10/14
LOCAL: TELAB (Rua dos Funcionários, 1756 - Cabral)
Programa: Ciclo Mítico (2003-2005) de Alvaro Borges
Horário: 15h

Fig. 04 – Registros do Ciclo de Palestras e Concertos: ...desde a Música Eletroacústica: Chefa Alonso (ES); Felipe Ribeiro (UNESPAR); Alvaro Henrique (UNB) e Rodolfo Valente (EMESP)

6 - O estúdio como instrumento composicional: reflexões acerca do métier criativo no gênero eletroacústico.
Palestrantes: Rodolfo Valente (SP Escola de Teatro) e Felipe de Almeida Ribeiro (UNESPAR-EMBAP)
DATA: 16/10/2014
LOCAL: Casa Hoffmann
Horário: Palestra 13h30, concerto 20h 

7 - Improvisação livre e criatividade.
Palestrantes: Chefa Alonso (Mardid, Espanha)
DATA: 17/10/2014
LOCAL: Auditório Antonio Melillo
Horário: Palestra 19h30 

8 - Compositor vs. Audiência: considerações sobre o concerto eletroacústico na atualidade. Palestrantes: Edson Zampronha (Conservatório Musical de Astúrias/Universidade Internacional de Valencia) e Daniel Barreiro (UFU)
DATA: 05/11/2014
LOCAL: Teatro Londrina
Horário: Palestra 13h30

Fig. 05 – Registros do Ciclo de Palestras e Concertos: ...desde a Música Eletroacústica: Alvaro Borges (UNESPAR); Alunos PGLS-ME Turma 2014 (UNESPAR); Concerto no Auditório da FAP

9 - Concerto com o violonista Alvaro Henrique (Brasília)
DATA: 05/11/2014
LOCAL: Teatro Londrina
Programa: obras de Jorge Antunes e Rael Toffollo
Horário: Palestra 20h 

10 - Eletrônica ao Vivo: dimensões musicais e técnicas em interação.
Palestrantes: Rael Bertarelli Gimenez (UEM) e Anselmo Guerra de Almeida (UFG)
DATA: 18/09/2014
LOCAL: Teatro Livraria Cultura
Horário: Palestra 13h30, concerto 20h

Fig. 06 – Registros do Ciclo de Palestras e Concertos: ...desde a Música Eletroacústica: Alvaro Borges (UNESPAR); Arthur Rinaldi (UFSM); Demian Garcia (UNESPAR); Alvaro Henrique (UNB); Harry Crow (UNESPAR)

2015

Ocupadores: Concerto Comentado
Alvaro Borges e Felipe de Almeida Ribeiro
DATA: 22/05/2016
LOCAL: Centro Politécnico da UFPR, Auditório Leo Grossman
Horário: 19h

2016

Concerto de Clarone Solo e Eletrônica
Clarone: Sérgio Albach
Difusão Eletroacústica: Alvaro Borges
DATA: 09/05/2016
LOCAL: Auditório Antonio Melillo
Horário: 14h 

Concerto Tempo Sentido (In Darkness Bind Them)
Compositora: Mônica Soares
Regência: Alvaro Nadolny
Coro: Madrigal da UFPR
Difusão Eletroacústica: Mônica Soares e Alvaro Borges
DATA: 09/06/2016
LOCAL: Teatro da Reitoria da UFPR
Horário: 20h30



Fig. 07 – Registros do Ciclo de Palestras e Concertos: ...desde a Música Eletroacústica: Alvaro Borges (UNESPAR); Rael Toffolo (UEM); Anselmo Guerra (UFG);

Concerto Turma 2014 – Espacialização em Música Eletroacústica
Difusão Eletroacústica: Daiane Stoeberl, Heitor Bonifácio Vieira, Zé Cahue, Marcelo Brum Lemos, Ricardo Bot, Tiago Mendes, Leandro Discacciati e Alvaro Borges
DATA: 24/06/2016
LOCAL: Auditório Antonio Melillo
Horário: 14h

Instalação Sonora “Dreaming Smetak”
Gustavo Alfaix (Coordenação Felipe Ribeiro, SiMN 2016)
DATA: de 18/09/2016 a 25/09/2016
LOCAL: Solar dos Leões BRDE
Horário: das 13h às 18h

Concerto “Forêt Profounde”
Compositor: Francis Dhomont
Difusão Eletroacústica: Filipe Borato de Castro e Alvaro Borges
DATA: 07/09/2016
LOCAL: Cinema da UNICENTRO (Guarapuava)
Horário: 19h

Fig. 08 – Congresso de Pós-Graduação e Iniciação Científica da PUCPR: Cristiane Wosniak, Alvaro Borges, Denise Bandeira, Cristóvão Oliveira e Keila Kern (UNESPAR)

Concerto Música Eletroacústica (Conexão #3)
Difusão Eletroacústica: Geraldo Henrique e Alvaro Borges
DATA: 12/11/2016
LOCAL: Sala Célia Alves Lazzarotto (MuMA)
Horário: 19h

Fig. 09 – Bienal de Arte Educação de Curitiba (MuMA): Alvaro Borges (UNESPAR) em concerto para alunos do Ensino Básico Municipal

Recital-Conferência: Hidden Figures Cycle para theremin e eletrônica
Compositor e thereminista: Alvaro Borges
DATA: 16/08/2018
LOCAL: Auditório Antonio Melillo
Horário: 20h 

Recital-Conferência: das obras tradicionais à composição em tempo real: repertórios, práticas, mitos e novas escutas
Palestrante: Alvaro Borges
DATA: 21/10/2019
LOCAL: PIAP – IA/UNESP (São Paulo)
Horário: 09h 

Recital-Conferência: Theremin
Palestrante: Alvaro Borges
DATA: 29/10/2019
LOCAL: Conservatório Estadual de Pouso Alegre (Minas Gerais)
Horário: 20h

Publicações


2014
Revista Música Hodie (UFG)
Revista Científica da FAP (org. BORGES, Alvaro; autores) 

2015
Arte na Atualidade (UNICENTRO) 

2019
Havana Moderno – entrevista (org. Chifri Ramos, Cuba)



Projetos/Relatórios de Pesquisa

Projetos de pesquisa 

2021 - atualmente

O Laboratório de Linguagens Sonoras e Música Eletroacústica da UNESPAR: documentação e memória dos processos de ensino-aprendizagem, da criação e da difusão da Música Eletroacústica na contemporaneidade por uma universidade pública.
Descrição: Este projeto de pesquisa propõe a realização de um estudo de documentação e memória do Laboratório de Linguagens Sonoras e Música Eletroacústica da UNESPAR (LiSon-ME). Considerando sua criação em 2012, por meio de convênio entre UNESPAR e Fundação Araucária, com diversos desdobramentos que afetaram os âmbitos de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade, como exemplo: o desenvolvimento de orientação de alunos de graduação no campo da Música e Tecnologia, em trabalhos de conclusão de curso, atividades didáticas e projetos artísticos; a criação do Programa Música Contemporânea, o qual envolveu ações extensionistas alinhadas aos os interesses contemporâneos da comunidade; a criação da Espacialização em Música Eletroacústica (Lato Sensu), curso de pós-graduação gratuito pioneiro no país; o suporte técnico ao Programa de Mestrado em Música da UNESPAR como infraestrutura de ponta disponível à pesquisa; a inserção em atividades de pesquisa e cultura, nacionais e internacionais, internas e externas a Universidade; a promoção da produção do conhecimento artístico-acadêmico por meio da realização de atividades artísticas e em publicação bibliográficas no campo da Música Eletroacústica; dentre outros. O objetivo geral desta pesquisa é realizar um estudo histórico-documental acerca do LiSon-ME/UNESPAR com levantamento das atividades e ações ali já realizadas, sistematizando as informações levantadas, organizando documentalmente estas as informações para período 2012-2025 permitindo, então, a publicação dos resultados. A metodologia utilizada está construída acerca da abordagem historiográfica sendo que os resultados serão apresentados por meio de memorial histórico- documental e divulgados por diversos meios (eletrônicodigital, textual, eventos, palestras, etc.), durante, e ao final, do período de vigência do projeto.

  • Situação: Em andamento
  • Alunos envolvidos: Graduação (2); Especialização (11); Mestrado acadêmico (3);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Geraldo Henrique Torres Lima (Colaborador).


2019 - 2021

Spatium in praesentia: a espacialidade sonora na composição acusmática em tempo real.
Descrição: Como desdobramento dos projetos desenvolvidos anteriormente pelo proponente, nos anos de 2012 até 2018, este projeto apresenta uma nova proposta de investigação acerca da espacialidade sonora na música contemporânea como elemento da composição. Nesta pesquisa será abordada a composição musical eletroacústica, de vertente acusmática, porém elaborada em tempo real, ou seja, composta no momento da apresentação pública em performances ao vivo. O objetivo geral é a criação de uma obra musical no gênero citado com descrição doxográfica do processo composicional e avaliação de suas implicações na performance, considerando a espacialidade como gesto de primazia da composição. O processo de elaboração da obra prevê três passos metodológicos, a saber: 1) Estudo de contextualização e conceituação da obra acusmática em tempo real e da espacialidade como gesto composicional em performances ao vivo; 2) Documentação, análise e realização da composição; 3) Redação do relatório final da pesquisa em formato de memorial descritivo de processo artístico ou monografia. Espera-se como resultado da pesquisa, para além da concepção uma obra inédita (considerada produção acadêmica no campo de atuação do proponente-pesquisador no lattes), a disponibilização de um texto para publicação de temática original e de relevância no âmbito da música contemporânea brasileira/mundial.

  • Situação: Concluído
  • Alunos envolvidos: Graduação (2); Especialização (10); Mestrado acadêmico (3); Doutorado (1);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Geraldo Henrique Torres Lima (Colaborador)


2016 - 2019

Música espacial dinâmica e imersiva: prática e escuta acusmática, dos sistemas 3D aos ambisonics.
Descrição: Este projeto busca respaldo, e é desdobramento das pesquisas realizadas nos períodos de 2012-2014 e 2014-2016, mantém o enfoque no campo da espacialidade sonora e suas implicações no fazer e pensar musical da contemporaneidade. Considerando a sistemática da composição musical eletroacústica acusmática acerca do espaço como um elemento composicional, e do intérprete como revelador gestual destes elementos no momento do concerto, o estudo se debruça sobre os processos de prática e escuta acusmática da música pelo viés dos instrumentos de difusão, ou projeção, sonora conhecidos como orquestras de alto falantes, teatros sonoros, ou seja, todo arsenal tecnológico de espacialização eletroacústica em formato 3D ou surround sound. Partindo do levantamento realizado em pesquisas anteriores do período de 2012-2014, sobre os sistemas de difusão tridimensional no repertório de referência (Borges, 2014), o objetivo do projeto foi refletir acerca das transformações dos sistemas de difusão, do 3D aos ambisonics, e suas implicações nas formas de prática e de escuta musical, inclusive do repertório tradicional acústico em mídias de tempo diferido como, por exemplo, o som ambiente ou trilhas sonoras no cinema, na radiodifusão ou em concertos imersivos.

  • Situação: Concluído
  • Alunos envolvidos: Graduação (2); Especialização (16); Mestrado acadêmico (1);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Geraldo Henrique Torres Lima (Colaborador).


2014 - 2016 

O som no espaço e o espaço no som: abordagens sobre a especulação da performance na difusão eletroacústica.
Descrição: Esta proposta de pesquisa tomou como pressuposto possíveis desdobramentos especulativos advindos dos resultados alcançados na pesquisa anterior realizada durante o período de 2012-2014 e suas implicações acerca da temática apresentada: “abordagens sobre a performance na difusão eletroacústica". Por denotarem uma questão de relevância ao campo musical atual e suas possibilidades aplicadas à tecnologia musical, a organização dos sons no espaço, ou seja, a espacialidade sonora no campo da composição, os resultados da pesquisa finalizada apontaram para uma nova pauta de investigação que se desdobra à prática em concerto (performance/difusão) do repertório eletroacústico. Este aspecto, pensado por compositores desde a renascença, retomado pela música eletroacústica após o advento da estereofonia (1954) com efetiva atuação, nas últimas sete décadas, os quais tem explorado o elemento da espacialidade como recurso expressivo do discurso musical em concerto. Alguns parâmetros composicionais que constituem um espaço sonoro ampliado são alçados através das chamadas orquestras de alto-falantes, ou teatros sonoros, e compõem novas possibilidades de se fazer e ouvir música. Compositores de vertentes mais atuais denominam, em algumas das posturas dessa prática, “cinema para os ouvidos”, aludindo-se às maneiras mais profundas de se perceber e escutar pelo repertório eletroacústico. Desta feita, o proponente deste projeto de pesquisa pretende desenvolver processos análises de obras eletroacústicas, com levantamento de ferramentária coerente e consistente, fundamentadas em princípios artísticos e científicos, para uma projeção bem estruturada acerca do tema apresentado. Como resultado, espera-se congregar várias ideias esboçadas por diversos compositores e teóricos musicais, e a experiências do pesquisador como compositor/intérprete, que permitam a sedimentação de um estudo reflexivo sobre as estratégias aplicadas à expressão espacial do discurso composicional no tocante à difusão sonora no repertório eletroacústico acusmático.

  • Situação: Concluído
  • Alunos envolvidos: Graduação (3); Especialização (16); Mestrado acadêmico (2); Doutorado (1);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Geraldo Henrique Torres Lima (Colaborador). 


2012 - 2014 

Espacialidade Sonora: abordagens composicionais e interpretativas da música eletroacústica.
Descrição: Este projeto de pesquisa aborda uma questão de relevância ao campo musical atual e suas possibilidades aplicadas à tecnologia musical: a organização dos sons no espaço, ou seja, a espacialidade sonora. Tal questionamento, já pensado por compositores desde a renascença, é retomado pela música eletroacústica após o advento da estereofonia (1954) e efetivamente nas últimas seis décadas compositores e músicos tem explorado o elemento da espacialidade como recurso compositivo na construção do discurso musical. Alguns aspectos como mobilidade, localidade, profundidade, dentre outros são parâmetros composicionais que constituem um espaço sonoro ampliado já foram demonstrados pelo repertório eletroacústico e são explorados em pesquisas musicais hoje. Assim sendo propõe-se, com a análise das várias ideias esboçadas por diversos compositores e teóricos musicais, traçar um estudo reflexivo sobre as estratégias aplicadas à estruturação do discurso composicional no tocante à espacialidade sonora.

  • Situação: Concluído
  • Alunos envolvidos: Graduação (4); Especialização (15); Mestrado acadêmico (2);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável);
  • Financiador(es): Universidade Estadual do Paraná-UNESPAR / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico-FAADCT/PR
  • Número de produções C,T & A: 5/ Número de orientações: 3; 


Projeto de Extensão

2012 – Atualmente 

Programa Música Contemporânea
Descrição: O Programa Música Contemporânea, sendo uma instituição permanente de ações e projetos extensionistas, propõe a sedimentação de estudos reflexivos e práticos das linguagens sonoras e tecnologias musicais aplicados à criação e à difusão musical contemporânea. Apresenta-se como complemento estrutural desta proposta a viabilidade da prática e da reflexão interdisciplinar no campo da Música Contemporânea, Experimental e Eletroacústica com acesso ofertado a toda comunidade congregando palestras, concertos, cursos de curta duração, audições e leituras musicais, dentre outras atividades.

  • Situação: Em andamento
  • Alunos envolvidos: Graduação (2); Especialização (15); Mestrado acadêmico (3);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Geraldo Henrique Torres Lima (Colaborador);
  • Número de produções C,T & A: 5/ Número de orientações: 4;


2014 – 2015 

Expressão visual-sonora. (PIBEX-UNESPAR)

  • Financiador(es): Universidade Estadual do Paraná-UNESPAR / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico-FAADCT/PR
  • Integrantes: Alvaro Borges (Orientador), Leandro Discaciatti (Participante).


2012 – 2013
 

O Estúdio e suas possibilidades de produção Musical: um novo instrumento para as linguagens sonoras.
Descrição: Esta proposta aborda dois pontos principais de relevância: em primeiro, por reativar as atividades do Estúdio de Música da FAP, tornando-o efetivo nos aspectos de sua funcionalidade no âmbito de produção e registro musical e, em segundo, por oferecer possibilidades de estudos reflexivos das linguagens sonoras e sobre a natureza do estúdio como instrumental para criação musical. Tendo ainda como complemento estrutural a viabilidade da prática e reflexão interdisciplinar no campo da Arte e Tecnologia oferecendo acesso à toda comunidade envolvida.

  • Situação: Concluído
  • Alunos envolvidos: Graduação (10);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Geraldo Henrique Torres Lima (Colaborador)


Projeto de Ensino 

2014 – Atualmente

Especialização em Música Eletroacústica (Lato Sensu)
Descrição: Curso pioneiro fundado em 2014 para suprir demanda de ensino em nível pós-graduação lato sensu voltado ao aprimoramento dos conhecimentos no campo da produção, reflexão e prática composicional eletroacústica acadêmica no país. Projeto de apoio coletivo por compositores/professores vinculados à diversas IES brasileiras que visa o acesso, a difusão e a repercussão da Música Contemporânea acadêmica na atualidade.
Situação: Em andamento
É um projeto em cooperação com: Instituição de Ensino e Agência de fomento. Em relação a temática: Ensino e aprendizagem, Aprendizagem por projetos, Projetos de curso, Inserção de tecnologias no ensino, Ação inclusiva, Projeto de Intervenção e Mobilidade e Internacionalização.

  • Objetivos e metas: Dar acesso gratuito ao aluno graduado ao ensino aprendizagem e prática no campo da Música Eletroacústica. Formar e capacitar candidatos aos níveis de pós-graduação stricto sensu e artistas atuantes no campo do projeto.
  • Alunos envolvidos: Graduação (41);
  • Integrantes: Alvaro Henrique Borges (Responsável); Arthur Ferreira Rinaldi; Geraldo Henrique Torres Lima; André Ricardo de Souza; Anselmo Guerra de Almeida; Clayton Mamedes; Real Bertarelli Gimenes Toffolo; Ricardo Thomasi, Felipe de Almeida Ribeiro, Helen Gallo Dias, Ana Flávia Lesnovski e Luiz Antonio Zahdi Salgado;
  • Financiador(es): Universidade Estadual do Paraná-UNESPAR / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico-FAADCT/PR

Minicursos/Oficinas/Palestras

2012

(Re)Canto de pássaros: elementos da espacialidade sonora na Música Eletroacústica por Alvaro Borges e Geraldo Henrique – Universidade do Algarve (Faro, Portugal)

Fig. 13 – Congresso ARTECH (Faro, Portugal): Alvaro Borges e Geraldo Henrique (UNESPAR)

2013

O Estúdio de Música como um novo instrumento para a composição musical por Alvaro Borges (Curitiba, Brasil)

2014

Música Escrita em Código Aberto: oficina de iniciação ao Supercollider por Rodolfo Valente (São Paulo, Brasil)

Música e Criatividade: improvisação livre por Chefa Alonso (Madrid, Espanha)

2015

O Laboratório de Linguagens sonoras e Música Eletroacústica (LiSon-ME): um espaço virtual de convergências articuladas para o ensino, pesquisa e extensão por Alvaro Borges - Núcleo de Arte e Tecnologia – NAT-FAP (Curitiba, Brasil)

2016

Investigação em Arte: pesquisa e poética – III CIC&PG da PUCPR por Alvaro Borges, Cristóvão de Oliveira, Cristiane Wosniak, Denise Bandeira e Keila Kern (Curitiba, Brasil)

Uma viagem ao centro do som – XII Simpósio de Arte Educação da UNICENTRO (Guarapuava, Brasil) 

2017

Obras eletroacústicas de Edson Zampronha: concerto comentado sobre o processo criativo e espacialidade sonora de El Gran Zumbidor e Sentimento Plástico por Alvaro Borges – IV FMCB (Campinas, Brasil)

Fig. 14 – IV Festival de Música Contemporânea Brasileira (FMCB, UNICAMP): Alvaro Borges (UNESPAR) e Edson Zampronha (Brasil/Espanha)

2018

Recital-Conferência: Estreia da obra Hidden Figures Cycle para theremin e eletrônica por Alvaro Borges – UNESPAR/FAP (Curitiba, Brasil)

2019

Música Eletrônica: o theremin e novos instrumentos musicais por Alvaro Borges (Bienal de Arte Educação de Curitiba – Secretaria de Educação de Curitiba) 

2020

El theremin en America Latina – Entrevista com Alvaro Borges para o Havana Moderno Blog (org. Chifri Ramos) (Havana, Cuba) 

2021

The fingerprint of time in in music and musical instruments (in: Time questions por Alvaro Borges, Isaac Chueke, Luigi Irlandini e Yuri Behr) – ANIMUSIC (Fundão-Castelo Branco, Portugal)

2022 (em andamento)

Introdução à programação musical em Sistema KYMA por Alvaro Borges (Curitiba, Brasil)

Dissertações

KLAVA, Andressa. Compondo com crianças: sonoridades contemporâneas na aula de piano (2021). Orientador: Alvaro Borges.

Softwares/Aplicativos

GUERRA, Anselmo
Pacote Didático para Síntese Sonora em Pure Data (PD), 2014

BORGES, Alvaro
Spat PLayer 3.0 - espacialização multicanais em MAX/MSP, 2015

Fig. 15 – Print do patch Spat Player 3.0 (Max-MSP) por Alvaro Borges (UNESPAR)

MONTECHIARI e SILVA, Gabriel
Gradus ad Incertum – Síntese Generative em C++, 2016 

SAUCEDO, Pedro de Mariz
MiniPAM: Aplicativo para controle de espacialidade sonora em Pure Data (PD), 2018


Colaboração: SCALETTI, Carla; HEBEL, Kurt. Field Tester da versão Pacamara® Computation Engine for KYMA - Symbolic Sound Corporation (Illinois – USA), 2022

TCCs

AMORIM, Leandro. As relações entre gosto musical e vida humana (2016). Orientadora: Helen Gallo Dias. 

BOT, Ricardo A. Palíndromo: memorial de composição acusmática (2016). Orientador: Alvaro Borges.

BRUEL, Maria. Aphasia de Mark Applebaum: um estudo da performance musical (2017). Orientador: Alvaro Borges.

CAVALLET, Luiz Ermindo. Memorial de composição de música concreta e soundwalk em paisagem sonora da cidade Curitiba (2019). Orientador: Alvaro Borges. 

CUNHA, Daiane Stoeberl. Vida: memorial de composição acusmática (2016). Orientador: Alvaro Borges. 

GONÇALVES, Andril Esteves. Memorial sobre a Performance-Instalação de Synth I.M.: síntese de áudio na programação de multimídias interativas (2019). Orientadora: Ana Flávia Lesnovski.

LEMOS, Marcelo Brum. Aura: memorial de composição (2016). Orientador: André Ricardo de Souza. 

LOURENÇO, Vinícius Felix. Minimalismo em loop: composição e performance em tempo real (2018). Orientador: Alvaro Borges. 

MACHADO, José Cahue de Camargo. Chaomian: memorial de composição (2016). Orientador: Anselmo Guerra. 

MILANI, Soraia. Primeiras experiências da Música Eletroacústica na narrativa cinematográfica (2019). Orientador: Ricardo Thomasi. 

SAUCEDO, Pedro de Mariz. Mini-Pan: construção de um aplicativo de espacialização sonora com base na tipologia do espaço interno componível de Alvaro Borges (2018). Orientador: Alvaro Borges. 

SCHIMIDT, Gabrielly Nichele. Dança no Manantial: memorial de composição eletroacústica (2014). Orientador: Alvaro Borges. 

SILVA, Gabriel Montechiari. Reflection and practice on generative music structuring: the formal problem of ergodicity (2019). Orientador: Clayton Mamedes. 

SOARES, Mônica de Paula. In Darkness Bind Them: composição para trio vocal e tape. (2016). Orientador: Alvaro Borges. 

STRAPAZZON, Nathan A. L. O Estúdio como instrumento musical: processo composicional da obra Escape (2018). Orientador: Alvaro Borges.

VIEIRA, Heitor Bonifácio. Entropia: memorial de composição (2016). Orientador: Anselmo Guerra.

ZALANDAUSKAS, Bruno. Universo Sonoro: memorial de composição – bolsista PIBEX (2015). Orientador: Alvaro Borges.

Pesquisadores/Colaboradores/Residentes – Instituições de Ensino

ALFAIX, Gustavo (Brasil/Alemanha)
ALONSO, Chefa (Espanha) – Royal Academy Londres (UK)
BARRETT, Natasha (Noruega) – NoTAM
BORGES, Alvaro – Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR – Curitiba
COELHO, Carlos da Costa (Itália) – Orchestra Viaggiattori Armonici, Treviso
DIAS, Helen Gallo – Universidade Estadual Paulista – UNESP – São Paulo
DOTTORI, Maurício – Universidade Federal do Paraná – UFPR Curitiba
GUERRA, Anselmo – Universidade Federal de Goiás – UFG – Goiânia
LESNOVSKI, Ana Flávia – Universidade Estadual do Paraná  UNESPAR – Curitiba
LIMA, Geraldo H.T. – Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR – Curitiba
MAMEDES, Clayton R. – Universidade Federal do Paraná – UFPR Curitiba
OLIVEIRA, João Pedro Paiva (Portugal) – UCSB University of California (USA)
RIBEIRO, Felipe de A. – Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR – Curitiba
RINALDI, Arthur – Universidade Federal de Santa Maria -UFSM
SALGADO, Luiz A. Z. – Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR – Curitiba
SOUZA, André Ricardo – Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR – Curitiba
STASI, Carlos – Universidade Estadual Paulista – PIAP/UNESP – São Paulo
THOMASI, Ricardo de Oliveira – Universidade Estadual de Londrina – UEL
TOFFOLO, Rael B. G. – Universidade Estadual de Maringá – UEM
VALENTE, Rodolfo Vaz – Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP
ZAMPRONHA, Edson (Brasil/Espanha) – Universidade de Valladolid, (Espanha)